Posts Tagged ‘SpatialKey’

Geocoding com ColdFusion

Monday, April 6th, 2009

Neste post falei sobre Geocoding, o processo de encontrar as latitude e longitude de um determinado endereço.  O exemplo abaixo utiliza a tag CFHTTP para fazer uma pesquisa no serviço de geocoding do Google (lembrando que <key> representa a minha chave de acesso à API). O resultado da chamada HTTP é uma lista com 4 elementos, o primeiro é o código de retorno, o segundo a precisão e os dois últimos as coordenadas.

(more…)

Geocoding

Friday, April 3rd, 2009

Geocoding é o processo de encontrar as coordenadas geográficas (latitude e longitude) de um determinado endereço. E para que precisamos das coordenadas geográficas? Quando utilizamos APIs para trabalhar com mapas, o ideal é que já tenhamos as coordenas armazenadas para que o geocoding não precise ser feito enquanto o usuário está trabalhando no mapa, já que o geocoding é um processo relativamente custoso, por exemplo, você está fazendo um sistema para indicar no mapa todos os clientes de uma transportadora, ao invés de fazer o geocoding ao exibir o mapa, o geocoding por de ser feito no momento do cadastro do cliente, quando o mapa for exibido, basta apresentar as coordenadas previamente determinadas.

Existem diversos serviços públicos que permitem que você faça geocoding, o exemplo abaixo utiliza o serviço do Google para buscar as coordenadas da loja New Dive de equipamentos de mergulho, onde <key> é a minha chave de acesso à Google Maps API.

http://maps.google.com/maps/geo?q=rua da alfandega, 112 – rio de janeiro – rj – brasil&output=csv&key=<key>

O retorno da chamada http acima esta listado a seguir. O primeiro elemento (200) é o código de retorno (veja aqui), o segundo é a precisão (quanto maior, melhor, ou seja, mais precisa foi a pesquisa, veja os detalhes), o terceiro e o quarto são as coordenadas.

200,8,-22.9026701,-43.1806372

Veja o resultado no mapa, clicando aqui. Voltarei ao assunto com um exemplo de como fazer o geocoding de uma base de dados utilizando ColdFusion.

SpatialKey

Thursday, April 2nd, 2009

Há alguns meses escrevi sobre o SpatialKey, um produto que a Universal Mind está desenvolvendo para análise de informação geo referenciada. A fase de beta teste do produto está avançando e o site foi atualizado com muito mais conteúdo, incluindo vídeos explicativos e tutoriais. O SpatialKey permite que o usuário envie sua própria base de dados, a analise, crie relatórios interativos e compatilhe estes em questão de minutos. Tenho trabalhado fazendo testes no sistema e a capacidade de filtrar bases de dados e a interação com mapas impressiona pela robustez.

Infelizmente durante esta fase do desenvolvimento apenas endereços dos Estados Unidos podem ser usados sem que tenha sido feito o geocoding da base de dados previamente (geocoding é o processo de transformar um endereço físico em coordenadas – latitude e longitude).

Isso não impede que endereços do Brasil e de quaisquer outras partes do mundo possam ser usados no SpatialKey, para tanto basta que seja feito o geocoding previamente que a base dados já contenha as coordenadas, em breve vou postar sobre como isso é simples usando a Google Maps API.

Se você se interessou e gostaria de testar o produto, me envie um e-mail tenho alguns convites de contas de testes disponíveis.

Não deixe de conferir o vídeo abaixo.

Universal Mind lança o SpatialKey

Thursday, August 7th, 2008

A Universal Mind, empresa para qual eu trabalho, liberou ontem um preview do SpatialKey, um produto baseado no Adobe Flex para visualização de grande volume de informação geoprocessada. Além da excelente usabilidade que uma aplicação Flex merece, a meu ver, os grandes diferenciais do StalialKey são:

  • Capacidade de trabalhar com milhares e milhares de pontos no mapa provendo maneiras produtivas de interpretar estes pontos (uma vez que não faz sentido ver um mapa com milhares de marcadores), seja através de “heatmaps” (as manchas onde as cores vão do quente vermelho ao frio azul para representar as áreas mais significativas do mapa), “heatgrids” (um “heatmap” organizado como grid) ou círculos graduados (onde o tamanho do círculo indica as áras mais significativas);
  • Possibilidade de alterar o “template” de visualização do mapa, ou seja, com a mesma base de dados você pode usar um template para realizar consultas “drill down”, com refinamento progressivo no mapa ou “map comparison”, com o mesmo mapa lado a lado para comparação em dois momentos diferentes;
  • Geocoder integrado, o produto possui um geocoder de alta performance integrado para transformar automaticamente endereços em coordenadas;

Saiba mais sobre o produto aqui. E não deixe de conferir os exemplos.


SpatialKey